30 de jan de 2014

Meu garoto

Meu garoto usa óculos, mas possui olhos lindos, eu poderia observá-los a vida inteira sem cansar e sem piscar. Ele gosta de músicas diferentes das minhas, mas sabe que os sons que eu mais gosto de escutar são os que ele faz com seu violão. Meu garoto é educado, compreensivo e amoroooso, ele me trata bem e sabe me fazer feliz como ninguém. Seus abraços me tornam feliz e adoro pôr a cabeça em seu peito quando estamos deitados,  ele é gentil e me da comida quando eu peço, divide a água comigo e me dá chocolates de amendoim. O meu garoto tem sonhos loucos como eu, ele pensa parecido comigo e sim, parece que fomos feitos um para o outro, como em toda história clichê de amor... Eu não gostava de Beatles até meu garoto me convencer de que a banda era realmente boa, ele me fez e me faz quebrar preconceitos e nossos sentimentos são recíprocos. Gosto do jeito como ele me deixa bem e sua presença em minha vida é a melhor coisa desde o dia 17/10/2013. Se os deuses nos ajudarem um dia iremos conhecer Minas, e o mundo inteiro, teremos uma casinha cheia de plantas e bichos para brincar. E essa felicidade perdurará por muito e muito tempo, tanto tempo quanto a idade de Bilbo Bolseiro. 

28 de jan de 2014

📚

#

Quasímodo apaixonou-se pela cigana mais linda de Paris, mas era feio, apavorava. 
E pensava: - Como poderá uma mulher tão linda amar-me um dia, sou feio como as gárgulas da catedral de Notre Dame, ela jamais olhará para minha face com amor.
Esmeralda apaixonou-se por alguém que não a amava e nunca imaginou que naquela face deformada do Quasímodo existia uma sentimento tão belo quanto ela.
Bonito é o amor dos "feios", que amam em segredo.
W.S

Queria sentir muito, mas eu só sinto sono ...

Sim, não há mais tempo para isso cisne negro. É chegada a hora, revire-se, transforme-se, recrie-se. Foi se embora a doce melodia que envolvia nossos tímpanos, hoje resta eco, hoje resto oco. Continuarei com minhas manias loucas, com minhas fotos de caras e bocas, pois sou essência viva, como uma chama altiva não me apago tão fácil.  Mas sou leve como uma pena, o vento me leva e eu entro em cena, não importa o momento nem como anda o meu contentamento, mas sei que possuo talento e sobreviverei disso se tudo der errado. Não preciso de resgate, tenho asas e voarei em busca de um céu escarlate, os raios me chamam pro sol* lá serei livre da hipocrisia humana, da imundície deixada por eles e de tantas mentes insanas. Como se não bastasse mandei fazer um vestido de luar, posso brilhar agora e sei onde irei chegar. As ruas contemplam minha passagem, solitária em busca dos odores celestes, procuro por planetas e galáxias distantes, procuro por lábios e sorrisos constantes, preciso de sabores nunca provados e de segredos que jamais foram revelados. Quero a vida, mas prefiro a morte, porque na morte tudo é vida ou porque na morte a vida é infinita. Queria sentir muito, mas eu só sinto sono e o bom dessa vida é que ninguém tem dono, todas as coisas cooperam para um só ponto, o final. - W.S

* ("os raios me chamam pro sol" é um verso da música Globo da morte da banda Os novos baianos.)

19 de jan de 2014

[...]

Eu sei do tédio,
da injustiça e das máscaras
desfilando anêmicas pelas ruas;
eu sei do poder, da prepotência
e da desigualdade atropelando o dia;
eu sei das marcas, da hipocrisia
interminável e do Judas que há em
cada um de nós — ah e como me
preocupa na vida esta tortura comedida! (Na primeira esquina,
atira a alma contra a garrafa
de rum, como quem busca a sublime
aparição, dentro da noite

escura e fria).

Delermando Vieira

#

Saudade do teu quarto,
da tua cama,
da escrivaninha,
dos seus instrumentos,
do lençol de vaca.

Saudade do teu abraço,
do teu beijo,
do teu toque,
do teu cheiro,
dos teus olhos verdes.

Saudade
saudade
saudade
saudade
saudade. 
 w.s

13 de jan de 2014

Aurora Melancólica #3

Aurora achava que tudo era caos, e que estava perdida no meio dele. [...]

Folgou a gravata e chegou com seus olhos cansados, de frente ao espelho percebeu que sua face estava muito mais velha do que realmente era. 
     -Ganhei mais uns dez anos depois desse emprego...
Não gostava do que via, não se sentia feliz, ele estava realmente numa emboscada.
Seu salário não compensava suas incansáveis horas de trabalho árduo, sua vida estava uma bosta, não tinha mulher, não tinha sexo, não tinha nada a não ser sua cara de velho. Se sentia terrivelmente infeliz. 
Tomou um porre, pegou um cigarro e saiu pelas ruas expondo elegância na desgraça.

Aurora Melancólica #2

Aurora não entendia a humanidade [...]
Que sociedade bosta não? Vivemos para os outros, nos vestimos para os outros, compramos nossas coisas pensando nos outros, mas não queremos ser os outros. Bem vindos a sociedade moderna, onde um celular e um corpo bacana significam mais que qualquer coisa. Um exército de robôs manipulados pela tv, conhecidos como massa, ou maioria, possuem suas mentes conectadas ao rit do momento. Não possuem senso crítico, não costumam ler, não pensam por si, em suma é o que o coletivo quer que eles querem. Nunca se assuste se encontrar um bastardo por ai, são raros mas existem. Você possui algo que chama de dinheiro, mas esse "dinheiro" não é seu! vc paga pelo o que não deveria e nem liga pra isso. Você vive uma vida de merda e não faz o que gosta, porque ter status é "mais legal", você posta sua vida e não a vive, você permite que opinem sobre tua família e sobre tua vida sem levar em conta a SUA opinião sobre essas duas coisas. Você não aceita o diferente, você recusa o novo, você é a massa. O conformismo é seu sobre nome, dos animais é  conhecido pela racionalidade, será que é mesmo tão racional? Você destrói a si mesmo e acha que isso é normal, você mata seus semelhantes e acha que está garantindo a sua segurança, você perdeu a noção de tudo. Refletir não machuca, não bate com cassetete. Seu corpo novo é bonito, mas a sua personalidade é podre! O seu dinheiro pode te dar muitos bens, mas você será infeliz sem o que realmente necessita. Seus carros irão trazer amigos que na verdade são inimigos, quando o seu celular top for roubado saiba que é para dar continuidade a um sistema sustentado por você. Suas previsões para um fim do mundo só mostram o quanto vazia sua vida é, e seus deuses se envergonham da sua hipocrisia. Você quer ser rei, mas não reina nem em sua própria mente. Seus costumes foram deixados de lado para se igualar ao que um continente  visto como padrão faz. Vocês falam de amor, mas não sabem o que isso significa a muito tempo, vocês estão envergonhando nossas crianças, que nem crianças são mais, elas já nascem como adultos, viram adultas antes da hora e perdem suas vidas vivendo na merda que vocês criaram para elas, são treinadas para serem iguais a vocês. É lamentável e nojenta a forma como destruímos tudo. Lhes apresento o animal homem.

Aurora Melancólica

  Aurora sentia frio, frio na alma [...]


Queria poder controlar o que sinto, o que vivo, o que penso, mas em meio a arrepios eles vêm e me consomem, os meus pensares que deveriam morrer. Escrevi na lápide que nunca mais iria lembrar, nem se quer imaginar como poderia vir a ser as coisas caso meus planos tivessem dado certo, mas eu falhei, mais uma vez. Não restou escolha e como zumbis ressurgem, parecendo que nunca morreram, esses sentimentos. Deveriam ficar inativos e esquecidos, mas não, você não deixa ou deixou demais para que isso ocorresse. São palavras, são rotinas, são coisas que eu nunca mais queria repetir, mas o mundo me força e eu preciso repetir. Por que devemos fazer os outros felizes? essa responsabilidade é tão grande, é tudo tão subjetivo, e falando em subjetividade vc não queria conhecer a minha, não mais. Você ronda meus neurônios como um fantasma, e eu odeio isso. Somos todos idiotas, presos em um mundo idiota, num corpo idiota, numa vida idiota, ou não? Quero descordar disso, mas nossa felicidade é medida por nossa idiotice. Eu nunca mais queria apertar o play, vc deveria ser uma pausa eterna. Vou exclui o arquivo que vc representa. Vou excluir os pressentimentos e mandar tudo ir a merda pela projeção que eu criei. Sim farei isso. Serei grata apenas pelas palavras e pelos sentimentos que pude criar com esse jogo de sílabas, vc é um jogo de estratégia e eu sou um quebra cabeça de um milhão de peças. A tua ida foi como ter pegado tuberculose, tuberculose era uma doença que fazia muitos escritores morrerem antes, e eu, assim como eles, estou morrendo, lentamente. Em cada tosse te engoli de volta, não pude te ver escarrado em um pano qualquer, não pude te ver em sobras, em pedaços, em coisas desprezíveis. A minha cólera revirou dentro de mim, senti meu estômago vazio e não me permitia dar um sorriso se quer. A sua falsa alegria me corrói, e tudo as vezes parece alucinações vindas de uma explosão de lsd. Caro amigo, convido-o a retirar-se e que nunca mais volte. Não nesta vida.

7 de jan de 2014

W.S estava adormecida quando uma fada colocou o dom de escrever em suas mãos e uma incrível criatividade em sua cabeça. Suas capacidades se aprimoraram e ela cresceu assim, sabia passar seus sentimentos de maneira inacreditável para o papel, sabia pintar, mas escrevia muito melhor do que pintava. Ela era como os pensadores do período romancista.

por tudo que há de mais longo

No espaço intergalático, nas avenidas espaciais, nas dobras do infinito, nas galáxias e planetas mais distantes daqui, esterá o nosso amor, guardado a mil chaves junto com tudo que não possui fim e a imensidão do cosmos. W.S

É preciso voar

Os pais amam seus filhos e querem dar-lhes o melhor, trabalham se esforçam e dão a vida por eles, porém existem erros, pais são humanos e erram, são falhos. A preocupação com um bom futuro estraga as oportunidades do presente, e é no presente que fazemos o futuro. Muitos pais cortam as asas de seus filhos, bons atores e atrizes viram advogados ou médicos medíocres, vivem uma vida que não lhes convém. O erro dos pais é querer que seus filhos vivam os sonhos deles, e não seus próprios sonhos. O erro dos pais é cortar as asas de seus filhos, deixá-los dependentes e quase nada criativos. Os pais impõe uma vida "boa" aos seus filhos que só são boas aos seus olhos, e os filhos? Somos todos obrigados a seguir os sonhos de nossos pais! As vezes dá certo, as vezes não. Adultos frustrados foram crianças que não seguiram seus sonhos, crianças que talvez seguiram os sonhos de seus pais. Mas o problema não são os pais, os pais amam, mas amam demais. Tudo que é muito sufoca, aprisiona, faz mal. Os pais sufocam seus filhos, se pudessem os aprisionavam numa caixinha, só pare lhes observar. E os filhos únicos então? coitados desses seres, são os que mais sofrem, levam todo essa descarga de amor só para si, um irmão ajudaria a aliviar um pouco esse peso doce e amargo. Ser filho único é muito bom, tirando essa preocupação boba multiplicada por mil. Os filhos são como borboletas que passam por uma intensa e linda metamorfose, os pais não gostam dessa mudança e tentam torná-la lenta, querem seus filhos como lagartas sempre. A maior ironia disso tudo é que um dia os filhos também serão pais, e por mais que critiquem e julguem as práticas a que foram submetidos reproduziram o mesmo e talvez até pior. Eu preciso  voar, nós precisamos voar, eles precisam permitir nosso voo. Nos libertem, para que um dia possamos libertar também. Que tenhamos dó dos nossos filhos, que saibamos amar sem privar, que saibamos educar sem medo, que saibamos dar bons exemplos sem impor nada, que saibamos dar asas e não corta-las fora, que possamos ser bons pais e bons filhos.

Meu presente de Natal, do namorado mais doce do mundo.


#

Antes que eu morra, quero que saiba, jamais palavra alguma poderá descrever o que senti. W.S

#

Já não é mais raridade pensar em você, já não é mais difícil não pensar em te querer, todos os dias você adoça minha vida, me torna alegre, me faz feliz. Os versos voltaram, agora as palavras rimam novamente. Ainda bem que você me achou.
                                                                  Continua...

Ano novo, vida nova.

As fotos postadas abaixo foram tiradas na praia de Muriú, que se encontra aqui no litoral norte do meu estado. Foi lá que passei a virada do ano e os primeiros dias de 2014. Dia 27 desse mês minhas aulas se iniciam e vou para o 3° período do meu curso haha. Tudo indica que vou pagar uma matéria a tarde e estarei novamente no projeto ^^, se Deus quiser conseguirei minha bolsa e passarei a ganhar pelo meu trabalho no projeto. Essas são algumas das minhas metas a serem cumpridas nesse ano, e se tudo acontecer de forma tão rápida e tão louca como as  coisas ocorreram ano passado 2014 será um ano muito legal, produtivo e doidooo. Vibrações positivas à todos ;)

Olá 2014